O amor é o acaso mais bonito.
- Alex Nunes. (via apagou)

(Fonte: verbismo)

Uma vez me falaram que amar é se jogar de um precipício sem saber se lá embaixo vai ter alguém para segurar a gente. Foi a melhor definição de amor que já ouvi. Eu, que escrevo tanto e leio tanta gente que fala dessas coisas que damos o nome de sentimento, nunca tinha escutado nada tão verdadeiro. Amar é isso mesmo. É se jogar e não saber. É se entregar sem ter certeza. Aos poucos, buscamos a certeza do amor. Porque o amor para ser amor precisa de certezas. A certeza do encontro, a certeza da continuidade, a certeza da presença, a certeza da verdade.
- Clarissa Corrêa.  (via desembarcou)

(Fonte: inverbos)

Sinais de angústia: bafo, cervical invertida, vontade de sentar o tempo todo pra dar uma descansada de ter nascido, dedos sendo estalados com certo vício, queixo inseguro e uma vontadezinha de suicídio escondidinha láááá no último dente.
- Tati Bernardi.   (via floriversar)

(Fonte: sociedadedospoetasmortos.com)

Nunca sinta muito.
- The Walking Dead. (via apagou)

(Fonte: s-i-m-p-l-i-f-i-c-a-r)

Era exatamente isso que eu queria para mim. Queria que as pessoas confiassem em mim, apesar de qualquer coisa que tivessem ouvido. E, mais do que isso, queria que me conhecessem. Não aquilo que pensavam saber a meu respeito. Mas eu de verdade.
- Os 13 Porquês.  (via desembarcou)

(Fonte: inverbos)

Se tiver que amar, ame hoje. Se tiver que sorrir, sorria hoje. Se tiver que chorar, chore hoje. Pois o importante é viver hoje. O ontem já foi e o amanhã talvez não venha.
- Chico Xavier.  (via apagou)

(Fonte: faz-sonhar)